Dietas para emagrecer é o que mais vemos divulgadas, afinal atinge a maioria das pessoas. Mas também há aqueles que lutam por uns quilinhos a mais e não conseguem, o que se torna frustrante da mesma forma.

O post de hoje é dedicado àqueles que estão abaixo no IMC (Índice de Massa Corporal), magrinhos que querem ganhar peso.

O ganho de peso deve ser feito também de forma saudável, não é só sair por aí se entupindo de fast foods, gorduras e açúcares, afinal você não quer passar de magrinho para doente, não é mesmo?!

Assim como a perda de peso, o ganho é de forma gradual e gradativa. O que deve aumentar é a massa muscular e não o tecido adiposo, para isso são consumidos mais alimentos proteicos e carboidratos.

Algumas estratégias:

  1. Aumentar o consumo de alimentos ricos em proteínas: carnes magras, frango sem pele, ovos (principalmente a clara rica em albumina), peixes, leite e derivados integrais ou desnatados;
  2. Após o prato montado, regar os alimentos com um azeite de boa qualidade, extravirgem de preferência;
  3. Além do leite líquido, acrescentar o leite em pó em iogurtes e vitaminas;
  4. Consumir frutas mais calóricas como manga, caqui, uva, abacate, jaca e açaí;
  5. Aumentar o consumo de carboidrato: arroz, batata, mandioca, cará, farinhas, batata doce, milho, pães. E de preferência as versões integrais;
  6. Sementes oleaginosas também são ótimas opções para o ganho de peso saudável e rico em micronutrientes. Nozes, castanha do Pará, castanha de caju, avelã e o amendoim (apesar de ser uma oleaginosa), ingeridas nas quantidades certas dão aquele “up” na disposição;
  7. Fracione as refeições, coma a cada 2 horas para manter o fornecimento de energia e mastigue devagar;
  8. A prática da musculação acompanhada e orientada por profissional educador físico também auxilia na hipertrofia da massa muscular potencializando a ação do alimento. Veja no post pré e pós treino: o que comer para organizar a sua rotina alimentar.
Leia também  Diferentes dietas para diferentes atletas

Em alguns casos, o uso de suplementos alimentares pode ser indicado, mas nunca consuma sem orientação. Procure um nutricionista que te orientará qual suplemento usar e a quantidade certa para as suas necessidades particulares.

magrinha

Por isso, não saia por aí comendo o que vê pela frente, mesmo os magrinhos podem sofrer com alterações no colesterol, problemas cardíacos, diabetes, entre outras complicações. Alimente-se bem e procure sempre um especialista!