Muitas pessoas tem o hábito de comer assistindo televisão, famílias inteiras se reúnem na frente do aparelho para almoçar e jantar assistindo jornal, novela, filme, desenho ou qualquer outro programa, o importante é estar com a TV ligada.

Mas será que essa prática faz bem à saúde?

Pense comigo quantas vezes você já passou por essa situação:

  1. TV ligada
  2. Prato de comida montado
  3. Você dá a primeira garfada e quando menos espera já comeu toda a comida.

Comemos rápido e sem prestar atenção no alimento, afinal não é a principal atração quando estamos com a TV ligada, mas a fome ainda não acabou.

Nosso organismo possui diversos hormônios e estratégias ligados à saciedade, para haver a dilatação da parede do estômago, hormônios da saciedade serem liberados no cérebro em quantidade suficiente e sentirmos a sensação de que já ingerimos o bastante para as nossas necessidades, demora um tempo de aproximadamente 30 minutos.

E então, como não deu todo esse tempo desde que começamos a comer, repetimos o prato, comemos rápido novamente, a novela começou e está emocionante.

Processo de alimentação citado acima

Processo de alimentação citado acima

Isso quando a refeição não é acompanhada por líquidos, como sucos e refrigerantes. Comemos e bebemos, tornando a digestão mais lenta.

E ainda se para terminar de assistir a novela, deitamos logo após de comermos. O estômago cheio, trabalhando muuuito para digerir tudo, não consegue segurar a quantidade de alimento e sentimos azia, queimação, entre outros sintomas desconfortáveis…

Você como rápido assim?

Você come rápido assim?

Identificou-se com alguma passagem?

Pois é… o ideal é juntar a família para comer na mesa. Prestar atenção no alimento que está ingerindo, comer devagar e mastigar bem. Puxe um assunto, converse com seus familiares, pergunte como foi o dia, elogie a refeição e quem a preparou.

Se você não pode perder aquele capítulo decisivo da novela, ou a reportagem interessante do jornal, alimente-se antes ou depois do programa!

Leia também  Dieta paleo vale a pena?

Comprovação Científica

Estudo feito em 2010, relacionou 20 artigos que associavam o tempo de televisão com o sobrepeso e a obesidade em crianças e adolescentes. Essa pesquisa mostrou relação significativa entre a TV e a obesidade, que quanto maior o número de horas na frente da TV, maior é a probabilidade de aumento de peso. Mostrou associação inversa entre TV e atividade física, ou seja mais horas de TV significa menos horas de atividade física. O consumo alimentar também foi investigado, a ingestão de frutas e legumes é menor em relação à de guloseimas, salgadinhos e bebidas com alto teor de açúcar em crianças que passam mais tempo assistindo televisão.

Pois é, falamos apenas de televisão, mas a internet e o vídeo game também entram em tempo na frente de uma telinha.

Vamos rever nosso dia a dia e fica a pergunta: Já calculou quanto tempo passa na frente de uma tela (seja de TV, computador ou celular)? E seu filho?

Fica a reflexão!

Beijos =**