Vemos várias revistas e sites anunciando alimentos, chás, pílulas, pozinhos milagrosos que são vendidos como “seca a barriga”, ou seja, se pararmos de comer tal alimento ou de tomar determinada cápsula, a barriga volta. Isso não parece ser saudável e nem natural para mim. Entenda o que é essa gordura e como podemos eliminá-la com ATITUDES!

No nosso corpo podemos acumular gordura em diversas partes, barriga, pernas, quadril, coxas, braços e outras partes, essas são as chamadas gorduras subcutâneas, ou seja, estão abaixo da pele, são mais fáceis de serem queimadas e não trazem tanto mal à saúde. Outro tipo de gordura é a visceral e essa sim temos que nos preocupar e cuidar. A gordura visceral está armazenada dentro e envolta dos órgãos, principalmente os localizados no abdome e na pelve, como o fígado, estômago, intestino, pâncreas, vesícula, e outros. Essa gordura é de difícil eliminação e traz diversos problemas de saúde: risco cardiovascular, resistência à insulina, triglicérides e colesterol alterados, hipertensão, câncer e queda da imunidade.

Circunferência Abdominal

O abdome é um indicador de risco cardiovascular. Para avaliarmos usamos medidas de circunferência abdominal (CA). Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), para homens que obtiverem CA menor que 94cm estão fora do risco, já para aqueles que possuem essa medida maior que 102cm correm alto risco cardiovascular. Para as mulheres a medida de segurança é de menor que 80cm e a de risco alto, maior de 88cm.

É simples fazer essa medida! Localize o seu umbigo, o abdome fica aproximadamente a dois dedos acima dele. Com uma fita métrica meça a circunferência, se der igual ou maior que esses números, procure um cardiologista e uma nutricionista!

ATITUDES SECA BARRIGA!

Algumas dicas que não só auxiliam na diminuição da gordura visceral, mas traz bem estar, leveza e uma vida independente de qualquer fórmula milagrosa.

Leia também  Ansiedade X Peso

Fracionamento das refeições

Comer entre 5 e 6 refeições por dia, criar uma rotina alimentar. Nosso organismo é uma máquina perfeita e funciona com 100% da sua capacidade quando entra combustível regularmente nos mesmos horários. Quando ficamos muito tempo sem comer, ou quando não há horários certos para a alimentação, o organismo não sabe quando entrará energia para as suas funções, assim, tudo o que ingerimos é armazenado na forma de gordura. A glicemia também fica alterada, são picos de baixa e alta frequentes, pois se ficamos sem comer por muito tempo a insulina está baixa, sentimos fome e comemos aquele pratão de comida, assim, a insulina vai lá para as alturas pra dar conta da bomba de glicose que entrou de uma vez só. E isso também faz acumular a gordura visceral.

Fracionamento das refeições

Carboidratos

Esse nutriente é o que chamamos de energético, ele nos traz a principal fonte de energia que é a glicose. Temos dois tipo de carboidrato, o simples e o complexo. O primeiro é de rápida absorção e se ingerirmos em quantidades exageradas, seu excesso se transforma em gordura visceral. São eles: pães com farinha branca, produtos de padaria, arroz branco, macarrão, batata, bolachas. Já os carboidrato complexo possui digestão e absorção mais lento o que faz com que o organismo consuma aos poucos e já o transforma em energia, dessa forma não é acumulado. São as versões integrais das farinhas, do arroz, grãos inteiros, alimentos com casca e bagaço.

carboidrato complexo

Gorduras

Para diminuir a gordura visceral também é preciso consumir menos gorduras saturadas e trans e em quantidade adequada, substituí-las pelas gorduras monoinsaturadas. As saturadas encontramos na gordura das carnes, pele dos frangos, leite integral, queijos amarelos. A trans é aquela modificada pela indústria para dar cremosidade e consistência aos produtos industrializados encontrada nas margarinas, bolachas recheadas, sorvetes, bolinhos recheados, entre tantos outros produtos. As monoinsaturadas são as gorduras presentes no abacate, nozes, castanhas, azeite, óleo de soja, que consumidas na quantidade adequada trazem benefícios à saúde e não se acumulam no abdome. Para entender melhor sobre as gorduras clique aqui.

gordura monoinsaturada

Jejum

O jejum não faz perder gordura visceral. O organismo busca energia primeiramente do músculo, não do tecido adiposo e funciona mais lentamente, ou seja, seu metabolismo fica desacelerado, não favorece a termogênese e acontece todo mecanismo explicado no item “fracionamento”.

Leia também  O frio e a fome...

jejum

Outras dicas

  • Maior consumo de fibras
  • A bebida alcoólica e o tabagismo favorecem o acúmulo da gordura visceral
  • Evitar alimentos ricos em sódio e aditivos químicos
  • Não consumir alimentos com alto valor calórico e baixo valor nutricional, ou seja, as calorias vazias, como as bebidas açucaradas, por exemplo.

E por último, mas não menos importante, praticar atividade física! Importantíssimo para a queima da gordura já presente, liberação de hormônios do prazer e saúde do corpo como um todo!

Atenção magrinhos e magrinhas, a gordural visceral pode atingir vocês também! Siga essas orientações!

Ficou alguma dúvida? Entre em contato conosco!

Beijos =**