Aquele velho termo “cair na rotina” nunca é bom, não é mesmo? A rotina geralmente vem cheia de tarefas para se fazer e nada muito inovador, sendo uma das coisas mais monótonas para o adulto. E quem é papai ou mamãe, deve saber muito bem como é uma rotina puxada e cheia de tarefas.

A questão no meio de tudo isso é: uma criança tem que ter uma rotina a seguir? Se sim, como planejar tudo?

Respondendo as duas perguntas de uma só vez, quando eu era criança, vivia montando um monte de tabelas na quarta série para poder segui-la todos os dias… Tomar café da manhã, ir à escola, almoçar, fazer a lição de casa, hora do lanche… e por aí vai. Confesso que nunca segui a tabela (por não lembrar), fazia por que achava bonito, rs.

Uma das certezas que tenho na vida, é que se eu praticasse certo uma rotina, teria ajudado a formar minha personalidade mais responsável e organizada. Claro que a criança não tem uma rotina planejada, mas quando ela segue esses passos de organizações e responsabilidades com as suas obrigações, por mais pequenas que pareçam, desde a infância ela aprende de forma natural e mais fácil a importância desses itens na vida. A rotina na vida da criançada ajuda a evitar jovens desobedientes e desorganizados!

Aliás, uma criança que tem um horário extremamente desorganizado, acaba não tendo base nenhuma do seu dia-a-dia, que deveria ser bem simples, mas acaba ficando um pouco desorientada. Fora que a rotina infantil não é como a adulta, que se resume em tarefas obrigatórias e muitas vezes sem aquele momentinho de folga. O papai e a mamãe podem planejar uma hora para a criança brincar, assistir TV, jogar no tablet e ainda sim, organizar suas tarefas escolares, horários para lanchar e outras coisas necessárias… criando um vínculo de organização que a criança vai seguir de forma espontânea, se for praticada todos os dias até que se acostume.

A dica mais importante para os pais que querem uma rotina estabelecida aos filhos, é que organizem um horário que condiz com o tempo livre para ficarem todos juntos. Se for possível, fique com a criança na hora da janta, por exemplo. Coloque um horário acessível para que possam ter esse momento em família. Criar também uma hora vaga para descontração com a criança. Isso vai ser muito importante para a infância do seu filho, já que a presença dos pais se torna essencial.

Leia também  Ordenha de leite materno

Não espere muito tempo para fazer a sua tabelinha com horários e atividades que seu filho tem para cumprir. Organize tudo do jeito que for mais acessível para ele e para você e vá acostumando seu filho a realizar todas as atividades em respectivos horários, que com o tempo você verá que ficou mais fácil lidar com um milhão de coisas que tem para fazer e de bônus terá uma boa influência no comportamento do seu pequeno!

Conte para nós a sua rotina e como está se organizando!

rodape_site