Nosso corpo é composto de dois terços por água e todos os processos metabólicos que ocorrem nele levam essa molécula conhecida como H2O.

Diariamente 500ml de água são eliminados na urina para excretar resídios produzidos pelo metabolismo. Acima desta quantidade a eliminação é equivalente ao consumo. Também eliminamos água através das fezes (100 a 150ml); do suor, no qual a quantidade depende da roupa, atividade física, clima e umidade; dos pulmões, que eliminam cerca de 400ml por meio da expiração; da pele com 600ml através da evaporação.

Por isso, em média, homens adultos acima de 19 anos devem ingerir aproximadamente 3,7 litros e mulheres 2,7 litros de água por dia. O cálculo também pode ser feito multiplicando 35ml pelo seu peso.

Porém, em algumas situações esse balanço hídrico entra em desequilíbrio causando inchaços, chamados pelos médicos de edemas. Insuficiência vascular, proteínas em excesso no sangue, hipertensão, problemas renais, hepáticos, hipotireoidismo e processos alérgicos são algumas causas mais graves desses edemas que devem ser tratadas com acompanhamento médico e uso de medicamentos.

TPM e anticoncepcionais

Outras causas mais simples envolvem a TPM (tensão pré menstrual) no qual o aumento da progesterona dias antes da menstruação leva ao inchaço do abdome e dos seios. Alimentos fonte de vitamina E (nozes, castanhas e sementes) e que contenham ômega-6 (linhaça e prímula, por exemplo) auxiliam na redução desse sintoma neste caso. O uso de anticoncepcionais, devido as altas taxas de estrogênio também causa esse sintoma, mas neste caso, o ideal é conversar com seu ginecologista e encontrarem uma opção que se adeque melhor ao seu corpo.

TPM

Sal

Consumo exagerado de alimentos ricos em sal também levam a sentir essa retenção de líquidos. O sódio presente no sal de cozinha faz parte do sistema de balaço hídrico do nosso corpo, ele em excesso irá reter mais do que o necessário, elevando a pressão arterial.

Leia também  Dicas para um café da manhã perfeito!

Para reduzir o consumo do sal devemos adotar as seguintes orientações:

  • Reduzir a quantidade utilizada de sal de cozinha;
  • Evitar alimentos embutidos (salsicha, linguiça, salame, mortadela, presunto, entre outros);
  • Evitar alimentos enlatados que utilizam o sal como conserva;
  • Não utilizar temperos industrializados em tabletes, pó, pastas;
  • Preferir os alimentos sem sal, como a margarina e as bolachas cream cracker;
  • Não consumir produtos ultramente processados como os salgadinhos de pacote;
  • Até mesmo alimentos doces que levam o sal na sua composição como os biscoitos recheados, por exemplo.

sal

Uma outra maneira de neutralizar o sódio é na forma do consumo de alimentos ricos e potássio (frutas, legumes e verduras cruas).

Falta de água

Na maioria das vezes o problema da retenção de líquidos é justamente a falta da água. O nosso organismo tende a armazenar tudo aquilo que falta, por isso, se você não ingere água o seu corpo irá reter aquele pouco que ainda lhe resta. Bebendo água na quantidade certa, o corpo fica tranquilo e elimina aquilo que está em excesso.

água

Postura

Ficar muito tempo em pé ou sentado e o uso de sapatos de salto alto são atitudes posturais que também levam ao edema. Assim, manter-se sempre em movimento e utilizar sapatos mais baixos ou com uma plataforma na frente diminuem a tensão nas panturrilhas diminuindo os sintomas.

pés inchados

No que alimentação pode auxiliar

Como já foi dito, a própria redução no consumo de sal já auxilia a reduzir o edema, assim como o aumento no consumo de alimentos ricos em potássio e o consumo de água na quantidade certa. Sabemos também que há alimentos diuréticos que irão estimular o rim e fazer urinar com mais facilidade, são eles: melancia, pepino, tomate, salsinha, kiwi, maçã verde, pimentão, salsão, cebola, laranja, abacaxi, abóbora.

Leia também  Meta para 2016: comer bem!

Então, cozinhar uma boa sopa com esses legumes ou bater um suco de melancia com pepino, vão fazer você urinar com certeza!!

Outra opção é o chá de uma plantinha chamada Equisetum giganteum também conhecida como cavalinha. A infusão deve ser feita com 2g da planta em 200ml de água e ingerido 3 vezes ao dia. Mas se você é cardíaco, tem problemas renais e de pressão alta, comunique seu médico antes do uso.

Massagens, hidroginástica e banhos com ervas aromáticas também podem ajudar nos sintomas!!

Alguma dúvida, entre em contato conosco!

Beijos =**