Ser vegetariano é uma escolha pessoal, que pode ser tomada por ética, por saúde, por gosto, ou por todas estas razões citadas. É fato que o número de pessoas adeptas ao vegetarianismo tem crescido ano após ano em todas as partes do mundo, e no Brasil, cerca de 9% da população já é vegetariana segundo a última pesquisa feita pelo IBOPE (2012), e acredita-se que este número tenha aumentado nos últimos três anos. Nas grandes cidades, o número de restaurantes com culinária vegetariana tem crescido e podemos ver mais opções sem carne nos menus dos restaurantes que frequentamos.

Segunda sem carne

É uma campanha mundial que visa conscientizar as pessoas sobre os impactos que o uso de produtos de origem animal para alimentação tem sobre os animais, a sociedade, a saúde humana e o planeta, convidando-as a tirá-los do prato pelo menos uma vez por semana e a descobrir novos sabores.

Imagem de divulgação

Imagem de divulgação

Essa campanha já foi aderida pelo governo do estado de São Paulo e está sendo implantado aos poucos no programa de restaurantes populares Bom Prato desde dezembro de 2015.

A segunda sem carne têm ajudado muitas pessoas que querem se tornar vegetarianas mas que por algum motivo não conseguem ou sentem receio de não conseguirem tirar a carne da sua alimentação.

Tipos de vegetarianismo

Existem algumas nomenclaturas para determinados tipos de vegetarianismo:

Ovolactovegetariano é aquele que tirou toda a carne do seu hábito alimentar, inclusive frango e peixe, porém consomem ovos, leite e derivados.

Vegetariano estrito ou vegetariano puro é aquele que não consome nenhum tipo de alimento que seja de origem animal.

Vegano é aquele que além de não consumir nenhum alimento de fonte animal, também excluiu todos os produtos de mesma origem como couro, seda, lã, marfim, entre outros.

Esses são os mais comuns, porém existem outras nomenclaturas para casos mais específicos como frugívoros (dieta baseada em frutas) e crudívoros (dieta baseada em alimentos crus), que são dietas bem mais restritas.

Leia também  O que é preciso saber sobre conservantes em alimentos

É muito importante entender que o vegetarianismo além de ser uma filosofia é um tipo de dieta para toda a vida, e que qualquer mudança brusca pode impactar de forma negativa no funcionamento do nosso organismo, então já sabe né? Antes de tomar qualquer decisão, consulte seu nutricionista para orientá-lo corretamente.

Para mais informações consulte:

Sociedade Vegetariana Brasileira

Segunda Sem Carne

Essa é a nossa opinião, qual a sua? Deixe seu comentário pra gente saber!

Beijo beijo e até o próximo post!