Vim compartilhar um pouco do meu conhecimento com rótulos alimentares. Durante um ano trabalhei em um supermercado que também importava alimentos, e lá aprendi muitas coisas sobre mercadorias, recebimentos, atendimentos, organização, degustação, preparo e vendas, ou seja, foi uma experiência muito rica.

Uma dúvida muito frequente dos clientes para nós (nutricionistas) era sobre os componentes dos rótulos dos alimentos. Muitos nos procuravam para saber sua composição, se tinha muita gordura, sódio, açúcar, se era light, diet, sem glúten, sem lactose, enfim, a maioria das dúvidas que chegavam para nós era referente aos rótulos. E pode parecer algo bobo, mas nem sempre é fácil entender o que está escrito nas embalagens dos produtos.

Escrevo este post então no intuito de ajudar todas as pessoas a escolherem os melhores produtos de acordo com seus rótulos.

O que deve estar presente nos rótulos:

1. nome do produto;

2. lista de ingredientes em ordem decrescente de quantidade. Isto é, o ingrediente que estiver em maior quantidade deve vir primeiro, e assim por diante;

3. conteúdo líquido (quantidade ou volume que o produto apresenta);

4. identificação da origem (identificação do país ou local de produção daquele produto);

5. identificação do lote;

6. prazo de validade: o DIA e o MÊS para produtos com duração mínima menor de 3 meses e o MÊS e o ANO para produtos com duração superior a 3 meses;

7. instruções para o uso, quando necessário.

Obs: no caso de produtos importados, as informações acima devem estar em Português.

Informação nutricional

Rótulo 1

Esse é o exemplo de tabela nutricional que encontramos em todos os rótulos de alimentos.

O que é porção?

A porção é a quantidade que normalmente uma pessoa sadia, maior de 05 anos e em bom estado nutricional consome, por vez, para compor uma alimentação saudável. É importante sabermos que as quantidades das porções foram definidas por especialistas, levando em consideração o hábito do brasileiro e alimentação saudável. Isso quer dizer que a definição da porção de um alimento não depende de quanto você come daquele alimento e sim do que é recomendado

Leia também  5 alimentos que aceleram o metabolismo

O que são os valores diários (VD)?

Valores diários são as quantidades dos nutrientes que a população brasileira deve consumir para ter uma alimentação saudável. Para cada nutriente temos um valor diário diferente.

Rótulo 2

Essa informação aparece sempre em porcentagem, ou seja, o quanto (em percentual) a porção do alimento contribui para atingir todos os valores diários.

Exemplo: 800 mg é o total de cálcio que devemos consumir durante o dia, ou seja, 100%. Em uma porção de leite (um copo = 200 mL) consumimos em média 245 mg de cálcio, o que equivale a 31% do valor diário. Sabemos então que precisamos ainda consumir 69% da recomendação, ou seja, 555 mg de cálcio)

O que é caloria (kcal)

Caloria é a energia que o nosso corpo utiliza que vem dos alimentos. As calorias são calculadas a partir da quantidade de gorduras, proteínas e carboidratos presentes nos alimentos. A quantidade de calorias que cada pessoa precisa depende de alguns fatores como idade, peso, atividade física e o funcionamento do corpo.

O que são carboidratos?

São componentes do alimento que fornecem parte da energia necessária para o crescimento, desenvolvimento e manutenção da nossa saúde. Estão presentes nas massas, arroz, açúcar de mesa, mel, pães, frutas, farinhas, tubérculos e doces em geral. Cada grama de carboidrato fornece 4 kcal.

O que são proteínas?

São componentes do alimento necessários para construção dos nossos órgãos, tecidos, células etc. Podemos encontrá-las nas carnes, ovos, leites e derivados e feijões. Cada grama de proteína fornece 4 kcal.

O que são gorduras?

A informação nutricional nos rótulos destaca a quantidade de Gorduras Totais, Gordura Saturada e Colesterol. Gorduras ou lipídios podem ser de origem vegetal ou animal. As gorduras estão presentes nos óleos vegetais, manteiga, queijo, carnes, leite, ovos e pães entre outros alimentos. Cada grama de gordura fornece 9 kcal.

Leia também  Vegetais crucíferos, já ouviu falar?

Tipos de gordura presente nos alimentos:

1.GORDURAS TOTAIS: é o somatório de todas as gorduras.

2.GORDURAS SATURADAS: carnes, toucinho (bacon), pele de frango, queijos, leite, manteiga, sorvetes, requeijão, iogurte. Obs: Gorduras Trans: são um tipo de gordura saturada – Margarinas, biscoitos em geral, sorvete e produtos de confeitaria.

3. COLESTEROL: Fígado e outras vísceras, gema dos ovos e gorduras de alimentos derivados do leite.

O que são fibras?

São um tipo de carboidrato presentes em muitos tipos de alimentos de origem vegetal, como frutas e hortaliças, pães integrais e outros. A presença delas na nossa alimentação é essencial. A ingestão de fibras diminui o risco de doenças do coração, câncer de intestino, diabetes e hemorróidas.

O que é cálcio?

Cálcio é um micronutriente importante para a manutenção e crescimento dos ossos e dentes. Exemplos de alimentos ricos nesse nutriente são: leite, queijos, iogurtes, brócolis, peixe e nozes.

O que é ferro?

Ferro é outro micronutriente, ele é muito importante na formação das células vermelhas do sangue prevenindo um tipo de anemia. As carnes, feijões e vegetais de folhas verde-escuros são exemplos de alimentos ricos em ferro.

O que é sódio?

O sódio é outro micronutriente importante para manutenção da nossa saúde. Mas, como todos os outros nutrientes, deve ser consumido na quantidade certa. Um alimento que apresenta muito sódio é o sal. O consumo excessivo de sal ou qualquer outro alimento rico em sódio pode levar uma pessoa a desenvolver pressão alta.

Falamos sobre o sódio no post do domingo passado, e você pode saber mais sobre ele clicando aqui!

Você ainda pode encontrar outros componentes na tabela nutricional como algumas vitaminas e minerais que possuem relevância em determinados produtos, assim como outros termos bastante presentes nos rótulos como light, diet, “fonte de”, “rico em”, zero, e outros mais. Chamamos isso de informação nutricional complementar. Para cada um desses termos existe uma regulamentação específica, mas isso é tema para um segundo post!

Leia também  Sopa e seus benefícios para a saúde

Man shopping in supermarket

Fonte: Manual de Orientação aos Consumidores – Anvisa

Gostou? Então compartilhe com seus amigos e não deixe de comentar!

Beijo beijo e até o próximo post!