Hoje existe uma grande variedade de produtos no mercado, e com isso  fica confuso às vezes, para nós consumidores, entender os métodos de produção desses produtos. Essa semana, um paciente me perguntou a diferença de alimentos naturais e alimentos orgânicos. Achei super interessante e decidi esclarecer essa dúvida para quem mais possa tê-la.

Existem basicamente 4 “tipos” de classificação da produção de alimentos: Os naturais, orgânicos, hidropônicos e processados

Naturais

Naturais

Todo vegetal, hortaliça, fruta é natural. Quando lemos essa palavra no rótulo significa que o alimento ali comercializado foi plantado de forma natural, ou seja, com sementes ou mudas na terra. Isso não significa que esses produtos são isentos de agrotóxicos ou outro tipo de contaminação.

Orgânicos

Orgânicos

Os produtos orgânicos são fáceis de identificar, pois em suas embalagem possuem esse selo indicando que o produto é isento de substâncias nocivas à saúde, ou seja, é natural sem qualquer tipo de agrotóxico. Os alimentos orgânicos são mais difíceis de cultivar, levam mais tempo para crescer e ainda assim não possuem a mesma aparência bonita que os métodos de cultivo, mas é muito mais seguro. Por essas circunstâncias, os produtos orgânicos tem seu preço mais elevado no mercado.

Hidropônicos

Hydroponic vegetables growing in greenhouse at Cameron Highlands

São alimentos cultivados na água e dentro de estufas, então não existe a plantação e cultivo de sementes nesses casos. A água onde ocorre o cultivo recebe aditivos e fertilizantes químicos que nutrirão os alimentos fazendo com que eles cresçam livres de doenças e fiquem com uma aparência bonita. Então não, eles não são livres de agrotóxicos!

Processados

Processados

Os alimentos processados são os que passam por uma indústria que seleciona, lava, corta e embala, facilitando assim a nossa rotina, que já é bem corrida. Tanto os naturais, os orgânicos quanto os processados podem passar por esse processo, então fique atento ao rótulo ou embalagem que deve estar indicando o método de produção e cultivo do alimento em questão.

Leia também  Vamos falar sobre a banana

Gostou desse post? Então compartilhe em suas redes sociais, e se ficou alguma dúvida não deixe de nos escrever!

Beijo beijo e até o próximo post!